Imprensa

|

Notícias

30/01

Artesanato e Design: empreendedorismo e economia criativa é destaque

Em 2016, 157 projetos voltados ao empoderamento de mulheres foram inscritos em resposta ao Edital Instituto Lojas Renner, realizado em parceria com a ONU Mulheres

COMPARTILHAR:

Em 2016, 157 projetos voltados ao empoderamento de mulheres foram inscritos em resposta ao Edital Instituto Lojas Renner, realizado em parceria com a ONU Mulheres, com o escopo de empreendedorismo, qualificação profissional, cidadania e geração de renda para mulheres em situação de vulnerabilidade – foco de atuação da instituição.

Desses, foram eleitos 15 projetos, em 08 Estados, contemplando negócios idealizados e operados por mulheres junto à cadeia produtiva do setor têxtil (confecções) e de moda, com propostas inovadoras e sustentáveis, com o objetivo de gerar impactos positivos para a sociedade e o meio ambiente.

Destes 15 projetos, 06 foram escolhidos para compor o vídeo com os resultados dos projetos, este vídeo tem objetivo motivar o empoderamento feminino em outras regiões do Brasil.

A artesã Zaira Roberto Pereira destacou a importância pessoal e profissional de ter participado deste projeto, que permitiu que ela juntamente com as demais artesãs pôde aprimorar suas técnicas com orientação e design. Já a coordenadora administrativa do projeto, Greice de Toni, mencionou a importância de estar promovendo o crescimento e o empoderamento destas mulheres, levando-as para a profissionalização.

O projeto teve por objetivo aproximar design e artesanato para promover a inovação no artesanato tradicional e valorizar o design com traço de identidade.  O projeto capacitou 48 artesãs sob a orientação de Walter Rodrigues, reconhecido designer brasileiro, que além de grande experiência com alta-costura, tem trabalhado, nos últimos 10 anos, com comunidades de artesãos no nordeste brasileiro. O resultado esperado da união entre artesanato e design é o aprimoramento estético e o rejuvenescimento dos produtos artesanais.  O projeto foi realizado de setembro de 2016 até março de 2017.

Este projeto conta com o patrocínio do Instituto Lojas Renner – ONU Mulheres 2016 - Instituto Baobá, o executor Polo de Moda da Serra Gaúcha com Apoio Banco de Vestuário.


Fonte: Polo de Moda - Andrea Balbinot