Imprensa

|

Notícias

13/01

Abit prevê alta de 2,3% na produção têxtil em 2020

O setor têxtil e de confecção espera um crescimento de 2,3% na produção em 2020, informou a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

COMPARTILHAR:

Avanço projetado é melhor que o desempenho esperado para 2019, de queda de 2% no segmento têxtil e de alta de até 0,6% no de confecções a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) corrigiu informação divulgada mais cedo. A projeção para 2019 é de queda de até 2% na produção têxtil e não crescimento de até 2%. Segue abaixo o texto corrigido.

O setor têxtil e de confecção espera um crescimento de 2,3% na produção em 2020, informou a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) em balanço do setor apresentado nesta quarta-feira.

Para 2019, a Abit projeta queda de até 2% na produção têxtil e alta de até 0,6% na produção de confecções.

A associação informou também que prevê crescimento de 3% em vendas do setor no mercado interno no próximo ano. Para 2019, a entidade projeta um crescimento entre 0,6% e 1%.

Para as importações, a Abit projeta crescimento de 4,1% em 2020, chegando a 1,49 milhão de toneladas. Em 2019, as importações estão estimadas em 1,43 milhão de toneladas, com avanço de 2%.

As exportações estão projetadas em 191 mil toneladas em 2020, com crescimento de 2,5%. Em 2019, a estimativa é que as exportações crescerão 2,7%, para 186 mil toneladas.

A entidade estima ainda uma geração de 6.610 postos de trabalho no próximo ano. Em 2019, o setor deve fechar com um nível estável de empregos ou com fechamento de até 3 mil vagas.


Fonte: Fonte: Abit Foto Abit