Imprensa

|

Notícias

26/03

Visual Merchandising

Despertar o consumidor, hoje, é um desafio e não mais apenas um objetivo do varejo.

COMPARTILHAR:

Despertar o consumidor, hoje, é um desafio e não mais apenas um objetivo do varejo.  Victor Johnson, diretor de visual merchandising da White House| Black Market afirma “Um típico consumidor, não vai mais ao shopping center para ver o que tem nas lojas. Ele vai primeiro online ver isso, e depois vai à loja para provar”. Assim, a melhor chance de um varejista captar a atenção do consumidor é com uma vitrine forte e chamativa que irá encantar e atrair o cliente.

 

Competir com a compra online é algo que exige planejamento, pois, em casa, há o conforto e a praticidade. Por isso, é importante que quem entre na loja sinta-se em um evento especial e não como se estivesse efetivamente fazendo compras. 

 

Investir em Visual Merchandising ajuda uma loja a diferenciar-se de seus concorrentes, criar uma lealdade dos consumidores através de identificação dos mesmos com os ideais do estabelecimento e ainda possibilita agregar valor aos produtos. É  importante uma vitrine forte e chamativa transmitindo conceito para atrair o consumidor – aqui, poucos produtos, apenas aqueles mais diferenciados, bonitos e inovadores. Depois, a entrada da loja deve ser uma transição agradável da rua ou shopping para o ambiente interno, convidando o consumidor a continuar – importante apostar em produtos de moda neste momento - , e dentro, então sim, produtos e manequins commodities cercados por um ambiente agradável com som, cheiro e visual que mantenham uma linha visual e possibilitem fácil entendimento e desejo de compra. 

 

Importante lembrar que tudo isso deve vir acompanhando de um serviço também sintonizado com o mercado atual e as necessidades do cliente. Atendentes treinados não apenas para vender, mas para criar um vínculo com o cliente, ser agradável e captar qual o melhor approach. Nem sempre a venda é realizada neste momento, mas se criarmos esse vínculo, o cliente voltará cada vez mais disposto a ter um bom momento na loja e dar preferencia de compra para o seu estabelecimento.

Foto: Divulgação.


Fonte: Paula Lemos