Imprensa

|

Notícias

29/01

Carnaval e consumo: produção interna brasileira em alta

Se o Brasil é o país do Carnaval, os itens produzidos aqui também são os preferidos pelas empresas que lucram com a venda de artigos para a festa.

COMPARTILHAR:

Se o Brasil é o país do Carnaval, os itens produzidos aqui também são os preferidos pelas empresas que lucram com a venda de artigos para a festa. Pelo menos essa é a percepção que a Global Química & Moda (GQM), companhia especializada em maquinários e produtos para produção têxtil, tem. Com sede em São Paulo (SP), a companhia teve um aumento de 62,98%  na venda de itens como glitter, foil (filme de poliester brilhante) e pastas especiais para estamparia no último mês.

De acordo com Felipe Simeoni, gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da GQM, o resultado é fruto da procura por matéria-prima nacional ou já nacionalizada para a produção de fantasias e brindes de Carnaval. "Todos os anos há um aumento de materiais para esta data, porém a alta do dólar tem contribuído para que fábricas, estamparias e confecções voltem a preferência à compra de itens nacionais", destaca.

Outra questão avaliada pela empresa é o fator cultural. "As empresas brasileiras conhecem melhor as necessidades do consumidor, especialmente quando se trata de itens para datas pontuais, como o Carnaval. O timing das inovações no portfólio, os prazos de entrega e produção, por exemplo, são questões que levamos em consideração para garantir a satisfação do consumidor", comenta o executivo.

Entre os clientes da Global Química & Moda estão micro, pequenas e médias empresas têxteis, como marcas de roupas personalizadas e confecções. Na última edição, o Carnaval incrementou em 50% as vendas da empresa, já em outubro de 2017.

Outros Itens procurados

De acordo com Felipe, uma das tendências para o período são as peças personalizadas, como as camisetas com frases divertidas. "Para este tipo de produção muitos clientes adotam não só as tintas de estamparia ou o glitter, mas também a Epson SureColor F2100, uma máquina de impressão direta em camisetas, que finaliza uma peça em 27 segundos", destaca.

A praticidade para a produção é garantia de renda extra para os pequenos negócios. "A procura aumenta exponencialmente nessa época, gerando oportunidade para empresas de diversas regiões do país. Para nós é uma época de fortalecimento com a carteira de clientes, já que muitos ampliam os itens de compra. Temos empresários que adquiriram uma máquina e agora nos procuram em busca de outros serviços, além de dicas de como podem aproveitar melhor as datas como o Carnaval. Sem dúvida, com a alta do dólar e a proximidade que temos com os clientes, é uma época promissora", finaliza.

 

Fotos: Divulgação


Fonte: Trevo Comunicação/Textilia